Novo vazamento do Facebook expõe dados de 540 milhões de usuários em servidores da Amazon

O Arquiteto e desenvolvedor, agilista, escalador e provocador, Giovanni Bassi, comenta neste texto sobre o novo vazamento de dados da rede social mais utilizada no mundo.

Contexto

Na última quarta-feira, 03 de abril, a empresa de cibersegurança UpGuard revelou que 540 milhões de usuários do Facebook tiveram seus dados pessoais exibidos em servidores do serviço da Amazon na nuvem. Curtidas, comentários, fotos, músicas, informações sobre amigos, eventos e até reservas de voos e hotéis ficaram expostos, sem qualquer tipo de senha para acesso.

Este vazamento viola a Lei de Proteção de Dados Pessoais (LPDP, também conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados, LGPD), que entrará em vigor no Brasil oficialmente a partir de 2020, mas que já regulamenta a União Europeia (Regulação Geral de Proteção de Dados - GDPR, na sigla em inglês), os Estados Unidos (Lei de Privacidade de Comunicação Eletrônica - ECPA, na sigla em inglês) e alguns países da América Latina, como Chile, Argentina, Uruguai e Colômbia.

A norma tem como objetivo garantir a privacidade dos dados pessoais das pessoas com regras sobre os processos de coleta, armazenamento e compartilhamento dessas informações. Na prática, o cidadão deve sempre autorizar e ser avisado sobre quais dados pessoais serão recolhidos e a finalidade envolvendo essas informações, entre outras obrigações. As empresas responsáveis por projetos que envolvem base de dados e inteligência artificial ou corporações que possuem aplicativos disponíveis na Internet, como é o caso do Facebook, terão que fornecer explicações aos usuários sobre essas decisões de compartilhamento ou vazamento de dados.

Sugestões de perguntas

  • Como a lei LPDP/LGPD entraria para proteger dados de brasileiros em casos de vazamentos, como este do Facebook?
  • Quais soluções poderiam proteger estes dados e evitar vazamentos?
  • Quais os riscos dos usos indevidos destes dados?
  • Como o usuário de uma rede social fica sabendo que os seus dados foram expostos?
  • Quais providências devem ser tomadas por estes usuários?
  • Quais os impactos para as empresas?

Umbler - Cloud Hosting para Agências e Desenvolvedores

A Umbler é a nova casa do TekZoom e estamos migrando todos nossos projetos web para esta empresa de hospedagem cloud brasileira.

O mais interessante na Umbler é o seu painel, que facilita a configuração da hospedagem Cloud para projetos PHP e NodeJS, além da instalação automatizada do WordPress, Joomla, Drupal e OpenCart.

Ah! Vale lembrar que clicando no Link do TekZoom você ganha R$25,00 para testar os serviços Cloud de hospedagem. Bem legal, hein?

Não esqueça que o Laravel, framework PHP, também pode ser configurado automagicamente através do painel principal de Cloud Hosting da Umbler.

Não perca em breve nosso vídeo demonstrando como utilizar os serviços desta nova hospedagem Cloud para Desenvolvedores e Agências.