Motorola faz doação de smartphones para ajudar os catadores de materiais recicláveis

A empresa se uniu ao Quebrando o Tabu para realizar a doação de celulares para a ONG Pimp My Carroça

A Motorola acredita que a tecnologia pode mudar o mundo. Foi baseado nesta crença que atendeu o chamado do Quebrando o Tabu para ajudar a ONG Pimp My Carroça - movimento social que utiliza a arte e a participação coletiva para dar visibilidade aos catadores - a promover uma doação de smartphones para ajudá-los a encontrar materiais e objetos recicláveis.

A iniciativa da Motorola consistiu em realizar a doação de 50 aparelhos para que os catadores possam fazer parte do Cataki, app criado pela ONG Pimp My Carroça para fazer a conexão entre catadores e pessoas que querem dar o destino ambientalmente correto aos resíduos produzidos em suas casas.

A ação visa ajudar a aumentar o número de coletas e consequentemente o aumento da renda dos catadores. A cada smartphone doado, um catador de materiais recicláveis pode fazer parte do aplicativo e aumentar de 15 a 100% sua renda mensal. Além disso, a ação também terá impacto positivo no meio ambiente, já que a estimativa é que aumente de 10 a 30% o número de material coletado por cada catador nas ruas.

"Essa é uma iniciativa importante que condiz com tudo aquilo que a Motorola acredita, que é a tecnologia ajudando a conectar pessoas e trazer inovação para a sociedade. O aplicativo, aproxima pessoas com resíduos à um catador que está próximo e combinar a retirada de móveis, objetos e outros materiais recicláveis", comenta Juliana Mott, head de marketing da Motorola no Brasil.

O Cataki tem alcance nacional e está presente em mais de 450 cidades brasileiras e todo mundo pode ajudar a iniciativa. O consumidor que tiver um smartphone em boas condições, pode entrar em contato pela página do Facebook do Quebrando o Tabu e também realizar a sua doação.