Hoje é comum qualquer empresa que esta iniciando se chamar de Startup, mas nem todas podem ou devem ser conhecidas como tal.

Startup significa começar algo e no mundo dos negócios são empresas recém criadas que estão iniciando suas atividades.

Estas empresas procurando inovar lançando produtos e serviços que geram impacto no mercado.

Um bom exemplo de Startup é o Google, que apesar de ser gigante hoje, começou numa sala bem pequena, com poucas pessoas e recursos limitados. Mas que em poucos anos conseguiu revolucionar o modo como procuramos por informações na Web.

As Startups são empresas jovens e ágeis que buscam por inovação em praticamente qualquer área. O ponto comum em todas as Startups é ter um modelo de negócio escalável e repetível.

O modelo de negócio de uma empresa é o que gera valor para seus clientes. Um modelo que seja escalável e repetível quer dizer que a empresa vai alcançar um grande número de clientes e gerar lucros em pouco tempo, sem aumentar significativamente seus custos.

O termo Startup surgiu no meio dos anos 1990, quando aconteceu o BOOM das empresas de tecnologia com o avanço da popularidade da Internet. A maioria destas empresas eram de tecnologia, por isso o termo ficou associado a elas.

Nesse período surgiram grandes empresas, a maioria delas no Vale do Silício, na Califórnia. O Google e o facebook surgiram lá.

Mas não é só de alegria que vivem as Startups. Muitas delas simplesmente não conseguem alcançar o ponto de equilíbrio e acabam fechando.

Isso é comum em empresas jovens, onde o cenário é marcado por incertezas. Se você quer ser um empreendedor precisa sempre ter isso em mente.